segunda-feira, 20 de junho de 2016

"TITEBILIDADE" BRASILEIRA

Tite é o novo técnico da Seleção Brasileira. Notícia que circula pelos jornais desde a eliminação do Brasil na Copa América Centenário e a demissão de Dunga. 

Demorou, mas, enfim, foi anunciado oficialmente na sede da CBF, no Rio de Janeiro nesta segunda feira (20). 

quinta-feira, 16 de junho de 2016

PAIXÃO CEGA

O torcedor é apaixonado pelo seu time. Canta, vibra, incentiva  e empurra os jogadores em campo até o final para chegar à vitória. 

Assim como todo apaixonado que se preze, o torcedor é ciumento e cego. Briga com seu amor por bobagem, porque a bola bateu na trave, ou poque perdeu o penalti. Briga até com quem ama diferente.

sexta-feira, 18 de março de 2016

QUANDO SURGE O ALVIVERDE IMPONENTE?

Quando surge o alviverde imponente? No gramado, onde a luta o aguarda? Ou seria quando todos estão contra, e ele prova o contrário?

São nas situações mais difíceis, onde o time já é dado como vencido e se mostra vencedor como foi na final da Copa do Brasil, ano passado. 

terça-feira, 15 de março de 2016

PRECISA-SE DE EXPERIÊNCIA

Em 2009, quando foi eliminado na Libertadores, Luxemburgo teve um desentendimento com a diretoria por causa do atacante Keirrison. 

O então camisa 9 fora vendido para o Barcelona contra a vontade do treinador. A diretoria optou pela demissão do técnico. 

segunda-feira, 14 de março de 2016

"DE PONTA" OU "APOSTA", EIS A QUESTÃO!

O técnico Cuca será o sétimo treinador do Palmeiras na gestão do presidente Paulo Nobre, iniciada em 2012.

O contrato assinado é válido até o final de 2016, quando a gestão se encerra. 

Antes dele, Felipão, Gilson Kleina, Ricardo Garega, Dorival Jr, Oswaldo de Oliveira e Marcelo Oliveira passaram pelo Verdão. Além do multi-campeão Muricy Ramalho, em 2009.

quinta-feira, 10 de março de 2016

VALEU, FOI BOM, ADEUS!

Marcelo Oliveira foi demitido do Palmeiras na madrugada desta quinta-feira (10) após perder para o Nacional (URU) em pleno Allianz Parque.

A verdade é que a queda já era anunciada e prevista. Mas demorou demais para isso acontecer. 

quinta-feira, 3 de março de 2016

SEJA PALMEIRAS, SEJA IMPONENTE, SEJA GIGANTE

O Palmeiras não ganhou a Copa do Brasil a toa. 

Nas quartas de final, contra o Internacional, Andrei Girotto não marcou o gol da vitória no finalzinho de bobeira. 

Nas semifinais, frente ao Fluminense, Fernando Prass não impediu o gol de Fred, nos acréscimos, de brincadeira. Depois, não defendeu a cobrança de Gustavo Scarpa "só por defender. E o Gum não isolou porque ele queria.